Entendendo os impostos estaduais

Impostos federais. Impostos estaduais. Não há escapatória. Exceto em casos especiais, os funcionários da alfândega do porto ou aeroporto brasileiro não liberaram suas exportações até que o importador pague todos os impostos devidos. SISCOMEX – sigla para o sistema informatizado integrado de processamento de transações de comércio exterior do Brasil – calcula

Os impostos são baseados no valor de seus bens em reais, usando a taxa de conversão diária. Embora o importador seja responsável pelo pagamento desses impostos, é importante para você, o exportador, saber como esses impostos afetarão a competitividade de seu produto no mercado brasileiro.

Os impostos aplicados às mercadorias importadas estão listados abaixo, por ordem de aplicação. Estes impostos são mais comumente conhecidos por suas siglas em português, mostradas entre parênteses.

  • Imposto de Importação de Marinha Mercante (AFRMM) Imposto de Importação (II)
  • Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI)
  • Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS)
  • Contribuição para o Programa de Integração Social e Programa de Formação de Ativos da Função Pública (PIS / PASEP)
  • Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS)

O AFRMM é uma contribuição social federal instituída para o desenvolvimento da indústria de construção naval e de marinha mercante no Brasil. Aplica-se somente às importações pelo mar e é um imposto de 25 por cento no frete do oceano mais todas as cargas de manipulação portuárias.

O Imposto de Importação (II) protege as indústrias e produtos brasileiros da concorrência externa. Estas tarifas variam de zero a 35 por cento de acordo com o produto. De acordo com as políticas econômicas brasileiras, essas taxas podem mudar a qualquer momento. A taxa de importação é aplicada ao “valor aduaneiro” das mercadorias: a soma

O preço de custo, o seguro que cobre as mercadorias durante o embarque e o frete marítimo ou aéreo.

O Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) afeta produtos nacionais e estrangeiros modificados de alguma forma para consumo ou uso. As taxas geralmente variam de zero a 20 por cento. O valor aduaneiro das mercadorias, acrescido do valor do Imposto de Importação (II), constitui a base para o cálculo do valor do IPI.

O ICMS é um imposto de valor agregado do governo estadual. Os governos estaduais aplicam esse imposto a todos os produtos locais e estrangeiros que circulam dentro e entre os estados brasileiros. Taxas variam de zero para produtos essenciais a 25 por cento para itens de luxo. As taxas também variam de acordo com o estado: A maioria dos estados aplica uma taxa de 18%. O Cálculo do ICMS é complexo, pois inclui o valor aduaneiro, II, IPI, os direitos aduaneiros relativos ao processo de expedição de importação e o próprio ICMS.

Esse imposto, entretanto, não incide sobre serviços básicos locais, como por exemplo, a distribuição de combustíveis, energia elétrica e água. Muitos estados, entretanto, cobram o imposto arbitrariamente do contribuinte, que levou a criação do Guia Restituição do ICMS da Energia Elétrica, entregando nas mãos do contribuinte o embasamento legal que esse necessita para cobrar em juízo o valor do Imposto.

O PIS / PASEP e a COFINS são contribuições sociais federais destinadas ao financiamento da previdência social. As importações estrangeiras partilham as mesmas taxas aplicáveis ​​aos bens nacionais. PIS / PASEP é de 1,65 por cento; A COFINS é de 7,6%. É afortunado que o sistema calcula estes impostos porque exigem fórmulas altamente complexas. Os valores base para cálculo incluem os próprios tributos: total do valor aduaneiro, ICMS, PIS / PASEP e COFINS.

A Secretaria da Receita Federal fornece um “Simulador Tributo e Administrativo para Importações” em seu site na Web (www4.receita.fazenda.gov.br/simulador/). Um carregamento fictício de bolas de golfe para São Paulo

Resultados apresentados abaixo.

Valor aduaneiro:

  • Imposto de Importação (20%)
  • IPI (20%)
  • PIS / PASEP (1,65%)
  • COFINS (7,6%)
  • ICMS (18%)

O valor do ICMS é uma estimativa, pois o Simulador não fornece o resultado. Os valores em dólares dos Estados Unidos para o PIS, COFINS e ICMS são baseados na taxa de conversão de R $ 1.8203 na data simulada. A carga fiscal sobre as importações pode ser desanimadora. O sucesso está em oferecer produtos não disponíveis no mercado local ou aqueles com uma característica única, determinada por uma análise de mercado cuidadosa e estratégia.